Portfólio - A felicidade de um designer!




Olá, pessoal!

Finalmente tive tempo pra fazer um portfólio! E esse post é só por causa disso.
Há duas coisas na vida de um designer que nunca estão completas: portfólio e cartão de visitas. Talvez, por ser algo pessoal (que não vai ser submetido a um cliente, com prazo final), sempre vemos algo que pode melhorar. E lá se vão 4 anos pensando em como será meu cartão de visitas...

Mas dessa vez é diferente: eu me formei e preciso de um portfólio. Agora é obrigação! Por isso, eis a criança! Espero que vocês gostem. Essa versão tem textos mais espirituais porque o escrevi pensando em enviar para a Casa Publicadora Brasileira, editora pertencente à Igreja Adventista do Sétimo Dia (da qual sou membro) e uma das mais antigas publicadoras do Brasil. Sim, meu sonho máximo, como designer, é usar na obra de Deus todos os dons que Ele me deu.

Se você trabalha na CPB ou tem algum contato lá, dá uma forcinha!

Vocês podem visualizá-lo através da apresentação abaixo (lembre de clicar no símbolo de "tela cheia", no cantinho direito, embaixo)! Se preferir, pode baixá-lo em formato PDF clicando AQUI.




Também gostaria de ouvir sua opinião.
 O que você acha que pode melhorar no portfólio e no blog?

Obrigado!

COMPARTILHE

COMENTÁRIOS

6 comentários:

  1. Que belo trabalho meu amigo! Surpreendente!!! Você é muito talentoso!

    ResponderExcluir
  2. Seu talento é incrível, único e eu tenho certeza que se visse um trabalho seu sem tua assinatura, eu reconheceria mesmo assim. Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa, May! Que bom saber disso! hahahaha
      Eu não consigo identificar essa característica reconhecível no meu trabalho. Seria interessante saber o que faz ele ser assim, pra você. Obrigado pelo comentário e pelos elogios!

      Excluir
    2. No design editorial, as cores e formas que vc utiliza "seguem" um certo padrão, são sempre vibrantes, fortes... e as fontes são parecidas e combinam muito bem com o todo o projeto.

      As ilustrações têm traços bem definidos e diferenciados, principalmente nas de carros... as rodas mesmo só vc poderia desenhá-las assim, acho bem legal.

      Ah, acho que isso! Não sei se a resposta foi boa, enfim! :)

      Excluir
    3. Se dúvida, a resposta foi boa! É interessante falar isso sobre as cores porque, na faculdade, eu era conhecido por ser sempre cinza. Vestia cinza, usava cinza... pode até ver que meu primeiro livro foi com a capa cinza (Políticas públicas e pessoa com deficiência) mas, de repente, meus trabalhos ficaram coloridos! Não sei exatamente o que aconteceu, mas foi bom. Talvez tenha sido Sophia colorindo minha vida. hahahahaha
      Nas ilustrações é um pouco mais fácil ver minhas características. É aquele negócio mais limpo, traços realmente definidos. Você soube explicar bem. :)

      Excluir