Puma não é Gurgel (nem Chevette, nem buggy, nem...)

Esse post não é sobre design, nem espiritualidade.
É simplesmente um desabafo por sofrer constantemente com a incompetência e preconceito dos outros.
Sim, você está pensando que preconceito é coisa que somente negros, crentes e homossexuais sofrem... mas não é.

Depois que coloquei o Puma à venda, comecei a sofrer com uma coisa chatíssima: pessoas julgando preços quando não entendem o que o produto é. E o pior é que nem tem interesse em comprar. Criticam somente pelo prazer de criticar.

Deixe-lhes explicar uma coisa:

Puma GTE, "o mais famoso esportivo made in Brazil" é um automóvel produzido com carroceria de fibra de vidro e mecânica Volkswagen boxer entre 1970 e 1980. Este modelo toi baseado no Puma GT, a letra “E” adicionada à nomenclatura significa “exportação” ou "Europa", segundo outras fontes. Este foi o modelo de maior volume de produção da marca Puma (8.705 unidades).
O Puma com motor de quatro cilindros foi criado em uma fazenda em Matão, estado de São Paulo, por Genaro "Rino" Malzoni. Estes automóveis foram distribuídos: no BrasilUruguai (primeiro veículo exportado), ArgentinaHaitiGuatemalaNicaráguaEl SalvadorEstados UnidosÁfrica do Sul (produção local), JapãoItáliaGréciaAlemanha e Oriente Médio.
Chegou a ser o carro mais caro produzido no Brasil e permaneceu assim por vários anos.




Ou seja: O PUMA É O MAIOR CLÁSSICO PRODUZIDO NO BRASIL. 

Enquanto isso, querem compará-lo a modelos que não tiveram nenhum prestígio, não trouxeram nenhum avanço para a história nacional nem tornaram-se símbolos de esportividade clássica no meio automobilístico (Pampa, Belina, Marajó).

Quando falo que o valor dele é de R$13.500,00, sempre tenho que ouvir alguma coisa como: Mas com esse valor eu compro um Celta! Sim, é fácil de resolver isso: compre um Celta! O comprador de um Celta certamente não possui o mesmo perfil do comprador de um Puma! 
Este deve ser alguém que valoriza a história nacional, tem paixão por automóveis, principalmente os fora-de-série, e não dá tanta atenção ao conforto (como ar-condicionado), por saber que está em um veículo fora do normal.

Tirei um print do Mercado Livre hoje (21/07/11).
Dê uma olhada na imagem abaixo e caia na real:



Não precisa ter ar-condicionado para fazer com que todos virem a cabeça para olhar o carro passando. E como esse amarelinho chama atenção! Parem de me atazanar com essas comparações.

Pronto. É isso.

COMPARTILHE

COMENTÁRIOS

1 comentários: