É questão de VIDA ou MORTE.

Em 1818, um homem chamado Guilherme Miller, estudando a Bíblia, concluiu que Jesus voltaria dentro de, aproximadamente, 25 anos. Ele continuou estudando-a durante nove anos e confirmou essa esperança. Então apareceu a primeira oportunidade para pregar. Mesmo com medo, seguiu em frente. Não conseguia imaginar tanta gente perder-se por culpa dele, pelo simples medo de pregar e não ser aceito. Mas... e se o aceitassem?

Esse texto não é sobre o movimento milerita, nem mesmo sobre a história da igreja moderna... Ele é uma analogia perfeita para os tempos em que vivemos hoje.

Todo cristão diz querer estar preparado quando Jesus retornar. Todos aceitam o pensamento de que Jesus voltará em breve. Mas aí é que entra o ser humano, querendo atrapalhar os sonhos de Deus. Enquanto toda a cristandade afirma buscar mais proximidade do Senhor, afasta completamente Seu evento mais esperado.
Deus espera ansiosamente pelo momento em que poderá retornar à Terra para tomar em Seus braços todos aqueles por quem Ele próprio deu a vida. Jesus sentiu sua falta... então saiu do Seu reino, desceu do trono do Universo e, sujando Seus pés no pó da terra, morreu. Morreu em seu lugar, para que você pudesse desfrutar do Lar Eterno. Morreu para que você pudesse viver a verdadeira paz, aquela que só Ele pode dar. Cristo fez o maior esforço da história universal, somente para que você pudesse ser feliz.

Quando Miller descobriu que a volta de Jesus se aproximava, restavam-lhe menos de 25 anos. Então ele gastou todas as suas forças, toda a sua renda, todo o seu tempo e toda a sua vida nessa obra que foi a sua principal até o dia de sua morte: pregar o breve retorno de Jesus Cristo.
Resultado: O mundo foi completamente abalado. Bares fechavam e abriam-se igrejas, casas de jogos convertiam-se em templos, ébrios tornavam-se sóbrios, maledicentes buscavam a verdade e tinham suas vidas transformadas.
Por que? Por que um homem percebeu a iminência do Evento e, entendendo a urgência, lutou com todas as suas forças para converter o máximo possível de pessoas.

Existe uma diferença da mensagem de Miller para a nossa: Ele errou.
Nós temos certeza de que Jesus voltará em breve (sem fanatismo e marcações de datas).

Você já pensou nisso? Hoje, agora mesmo, pode faltar muito menos tempo do que aquele homem imaginou.
Hoje podem faltar quinze anos, talvez dez, talvez cinco, talvez três... Se acreditamos nas profecias bíblicas não há como negar: Jesus está voltando. O mundo dá todos aqueles sinais preditos no antigo testamento e ainda os que o próprio Jesus proferiu. Não vivemos como aquele homem, que deu tudo o que tinha e o que era para a obra de Deus. E hoje está muito mais perto do retorno de Cristo que naquele tempo! Por que não damos nada do nosso ser, nada de nossas posses, nada de nosso tempo para avisar ao mundo que o fim está próximo?

Só pode haver uma resposta: não queremos que Jesus retorne.
Queremos aproveitar esse mundo, suas delícias, seus prazeres, afinal aqui é bom demais e muito melhor que o Céu que Alguém prometeu, não é? Você está feliz, não sente falta de nada.... Não é?

Espero sinceramente que a resposta seja "não".

Se a resposta for "sim", acabaram suas obrigações.

Mas...

Se a resposta for "não, não estou feliz aqui, quero ir pro Céu com Jesus", tenho outra pergunta:


POR QUE VOCÊ DORME?



"Conheço as tuas obras, que nem és frio nem quente. Quem dera fosses frio ou quente! Assim, porque és morno e nem és quente nem frio, estou a ponto de vomitar-te da minha boca; pois dizes: Estou rico e abastado e não preciso de coisa alguma, e nem sabes que tu és infeliz, sim, miserável, pobre, cego e nuAconselho-te que de mim compres ouro refinado pelo fogo para te enriqueceres, vestiduras brancas para te vestires, a fim de que não seja manifesta a vergonha da tua nudez,e colírio para ungires os olhos, a fim de que vejas. [...] Sê, pois, zeloso e arrepende-te."
Apocalipse 3:15-19

COMPARTILHE

COMENTÁRIOS

2 comentários:

  1. Texto maravilhoso!
    Não me lembro de ouvir falar desse homem (Miller), mas a história dele é incrível!

    Entendo que datar a voltar de Cristo é ignorante já que as escrituras falam que nem o Filho sabe o dia de Sua vinda...

    Eu tenho pensado muito no céu, muito mesmo, e quando a pensamos nele percebemos que nada aqui pode nos satisfazer...
    As pessoas estão morrendo e nós temos a mensagem de Esperança que pode mudar a vida delas. Nós temos a mensagem.

    Um abração, Querido

    ResponderExcluir
  2. Realmente Bil. Tudo que escreveu é completamente verdadeiro. Somos medrosos, ingratos e egoístas, e no dia que entendermos que pra Jesus voltar só depende de nós, estaremos com os pés no Céu. Só a misericórdia de Deus. Estou vendo um mundo a cada dai mais egoísta e infelizmente estamos indo no mesmo ritmo. Já morreram 92 pessoas na Noruega, agora a notícia que Amy Winehouse morreu e a maioria das pessoas, fazem brincadeiras, riem, dizem que é menos uma drogada no mundo. Essa mesma drogada poderia ser convertida (só DEUS sabe o que ia no coração dela) e ser uma evangelista ou uma musicista da Igreja, ou inúmeras funções. Precisamos amar mais os nossos irmãos. E não pense que irmão é só as pessoas que você gosta. TODOS, TODOSSSSS somos filhos de DEUS, Tanto Amy Winehouse, quanto o atirador lá na Noruega, como Osama Bin Laden, como o Papa e como o pastor da igreja, todos são amados por Deus,e como filhos dEle deveríamos fazer o mesmo. Um forte Abraço meu amigo querido. Continue assim, levando a verdade por onde andar, e alertando os jovens. Te amo irmão.

    ResponderExcluir